domingo, 12 de abril de 2015

Serra da Arada: Nas encostas da Ribeira do Paivô

Participantes: Carlota, Índia, Jane, Magu, Saka.
Data: 11 de abril de 2015
Distância: 18 kms
Dificuldade: média
Carta Militar: 1/25 000 Folha 155

Percurso realizado: Aldeia de Covelo de Paivô (conexão com a GR28) - aldeia de Candal (desconexão da GR28 e conexão com o PR2 Trilho das Bétulas) - aldeia de Póvoas das Leiras (desconexão do PR2 Trilho das Bétulas) - "Trilho Inca" - Serra da Ribeira - Corucho de Pena Ruiva - Rio Paivô - Aldeia de Covelo de Paivô


Início e fim na aldeia de Covelo de Paivô.

Trilho pensado e traçado no google earth com o objectivo de calcorrear as encostas a oeste e este da ribeira do Paivô (afluente do rio Paivô). 
Aproveitou-se o traçado da  GR28 que liga as aldeias de Covelo de Paivô a Candal e entre esta última aldeia e a de Póvoa das Leiras entramos no PR2 Rota das Bétulas. De Póvoa das Leiras percorremos o chamado "Trilho Inca" até atingir o alto da encosta (perto do alto da cota), depois foi só descer em direcção a Covelo de Paivô por um trilho de pé posto que está a ficar muito fechado na zona de Corucho de Pena Ruiva. 
O estradão final antes de atingir o Rio Paivô tem muita pedra rolada e uma inclinação considerável, "excelente" para os pés e joelhos ....


Pode ser realizado todo o ano, mas fica muito mais colorido durante a Primavera, em que a serra se "veste" de tons de amarelo e rosa.

Quanto ao troço chamado "Trilho Inca" (cerca de 1,5 Kms) é imperdível! Já o fizemos várias vezes e é sempre um prazer passar por lá.

Antes de ver uma cobra de dimensões consideráveis




No PR2, a caminho de Póvoa das Lerias

Candal





















As minas em Regoufe




Ao longe Covelo de Paivô







Sem comentários:

Enviar um comentário